segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

                                         Desejo gritar:
                                         - QUERO AMAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

domingo, 13 de janeiro de 2013

Socorro

Houve um momento em que escrever me salvou, mas minhas frases tinham sentido, coerência nas linhas, desfecho com sentido de ser, hoje tenho que me salvar de novo, mas não sei mais me escrever.
Sinto-me uma erege a dizer tolices, frases mal acabadas, frases vazias....
Como farei para me salvar de novo?

Gota à gota

Quando um relacionamento longo termina, logo quando estava apenas no começo
Questionamos onde foi o momento que acabou?
Em que momento, segundo, em qual frase ou palavra que esvaiu-se o amor!
Ele se foi de mansinho, levando as meias, depois os adereços, camisa por camisa...
Não se foi de subto aos trancos, batendo portas...
Talvez assim seja melhor
Menos dolorido
Em doses homeopáticas

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

tempo

Queria roubar dela, todos os anos que teve contigo
De todos os sóis e luas que estiveram juntos
Do frescor da juventude do sim,
A ultima lágrima do adeus
de todos os caminhos que percorreram juntos
Era eu que queria estar lá
Foram tantos esses anos,
Essa lacuna que se fez presente
Queria também roubar da outra, o convívio do tempo
que nos separou
Do beijo e noites roubadas, desejando estar com ela
Queria o respeito da sua muita idade, e todos os dedos entrelaçados
de cada viagem que repartiram
Do amor, desejo independente das linhas do tempo
Queria roubar as duas
Elas tiveram
O que jamais terei de volta
O tempo    
momento meu sem tempo definido, espaço meu ,sem paredes ou conceitos onde digo o que quero mesmo a quem não quer ouvir pois essa sou eu mesma a quem às vezes não quero ouvir

APRECIADORES

TENTANDO DESCOBRIR...

Minha foto
NA DUALIDADE DE MINHA ALMA ANDO CONFUSA...